*Estudo para células referente aos dias 31/10 a 06/11

                      .

Recepção: Receba seus discípulos com carinho, incentive que todos se abracem na chegada, conheça os visitantes, incentive a trazerem seus amigos para compartilharem desta comunhão.

Momento de oração: Ore para o Espírito Santo capacitar cada criança no entendimento desta lição, agradeça a Deus, abençoando aos presentes, suas famílias e os que faltaram. Ore pela cadeira vazia e pela lista de amigos.

Captando a atenção: Estabeleça um diálogo inicial, ele será muito importante para o entendimento desta Palavra:

– Qual é a sua idade? Você tem idade suficiente? (Deixe que eles respondam)

– Idade suficiente para quê? – (podem perguntar e esta é a pergunta chave)

Explique: Vamos dizer que você queira dirigir um carro. A lei diz que você com 18 anos tem idade suficiente.

Vamos supor que você queira votar. A idade suficiente é 16 anos.
Vamos supor que você queira receber INSS. Você terá de esperar até quando tiver uns 60 anos.
Então, quando é que você tem idade suficiente?

Provavelmente seus pais já falaram um zilhão de vezes que você não tem idade suficiente para isto ou aquilo, mas nunca explicaram qual é a “idade suficiente”. Cinco? Dez? Dezesseis? Qualquer outra? Não importa, pois, a questão é outra:

A Palavra de Deus nos diz: “Ele comerá manteiga e mel quando souber desprezar o mal e escolher o bem.” Isaías 7:15
Até mesmo a criança mais nova entende que algumas coisas são certas e outras são erradas, mas a questão não é: “Está certo ou errado?” Essa é bem óbvia. A pergunta deve ser: “Estou fazendo a coisa certa?” Em outras palavras… se você tem “idade suficiente”, você cresceu o suficiente para fazer o certo. É isso que realmente importa.

Introdução: Estes dias, passando pela rua, encontrei um filhotinho de sabiá caído no chão. Ele havia caído do seu ninho, que estava no alto de uma árvore.
Ao olhar para aquele bichinho, tão pequeno e indefeso, que ainda não se alimenta só e nem sabe, sequer, voar, pensei em quantas vezes nós nos deixamos levar pela tentação da pressa, de querer fazer tudo do nosso jeito e o mais rápido possível, sem ouvirmos os conselhos dos nossos pais, discipuladores, pastores, professores etc. E acabamos como aquele pequeno sabiá que tentou sair do ninho antes da hora, sem nem sequer saber voar, e acabou ficando sozinho e perdido.

Satanás tem uma arma muito eficaz contra nós, principalmente quando queremos ser iguais à turma da Escola, que é “antenada”, “ligada” nas coisas ‘boas’ do mundo, levando-nos a querer ser adulto antes do tempo. E aí, como o sabiazinho, ainda não sabemos realmente nos cuidar e, no final das contas, acabamos em uma bela enrascada.

Preste atenção nas propagandas, filmes, novelas e você verá que as crianças não agem mais como simples crianças: namoram, saem sozinhas, vestem-se como adultos, falam como adultos, como se isso fosse correto, normal para todos.

A Bíblia diz que há um tempo para tudo debaixo do céu (Ec 3:1-8) e que Deus fez tudo formoso em Seu tempo (Ec 3:11a). Então, há um tempo para sermos crianças e vivermos como crianças, e haverá o tempo de nós crescermos e vivermos a fase de adolescente, jovem, adulto, até o momento que o Senhor nos chamar para estar com Ele na glória. Então, para quê tanta pressa?

Jesus disse, em Marcos 10:15 que quem não receber o Reino de Deus como uma criança, não poderá entrar nele. Não deixe que o seu coração de criança fique sujo com os incentivos do mundo; não perca a sua inocência.

Quem disse que você precisa ser igual aos seus colegas? Quem disse que, para você ficar bonita, tem que andar vestida com as roupas da moda: as calças coladas, os decotes enormes, as saias curtíssimas e com essa maquiagem tão carregada? Isso a faz parecer mais velha, não mais bonita. O que torna um rosto formoso é a alegria que o Senhor coloca em nosso coração (Pv 15:13). Use essa arma poderosa da Palavra e você não se deixará vencer por essa tentação.

E o namoro? Quem disse que criança deve namorar? “Ah! Mas todos os meus amigos já têm namorado! E eu vou ficar pra trás?” Ou ainda: “Mas, na televisão, na novela tal, as crianças até se beijam e andam de mãos dadas. Qual é o problema? Por que só eu não posso?” Lembra do filhotinho de sabiá, que mesmo sem saber voar tentou sair do ninho e caiu? Assim como ele, você não está ainda pronto para esse voo. Há um tempo para tudo e para isso também, e, no tempo de Deus, tudo é perfeito e formoso. Espere! Vale a pena. Seja apenas criança. Aproveite todas as alegrias que vida pode lhe dar. Corra, pule, dance, estude, ria, divirta-se, em santidade. Não se deixe vencer por essa tentação, pois você já tem a arma preparada para se defender.
Conclusão: E no dia que você estiver pronto para voar, no tempo que Deus preparou para você, fique certo que você voará como a águia e terá o melhor de Deus na sua vida. Espere!

Reflita: Como falamos no início, a maioria das escolhas entre o certo e o errado que você encara na vida são bem simples e óbvias. Mas você tem alguma pergunta sincera sobre alguma ação que não sabe se é certa ou errada? Se tiver, fale com alguém (pais, pastor, o líder) o mais rápido possível.

Atividade: Vamos fazer uma Casa de Pássaros bem linda (Clique aqui para ver o esquema)

Ore: “Senhor, ajuda-me a estar alerta para as escolhas que eu tenho de fazer. Ajuda-me a lembrar que eu tenho idade suficiente para fazer as escolhas certas”.

    

Fonte: Monte Sião

28\10\2016

Deixe um comentário